::UM POUCO DE MIM::

Sombradosol


Sou um homem que a minha história de vida tem pouco de mim e muito dos outros. Ela está fragmentada no olhar dos que me olham, na voz dos que me falam, no enredo dos que me narram, nos sentimentos dos que me amam, nas flores que cultivo ao longo de minha caminhada. E como a vida requer cuidado. Os amores também. Flores e espinhos são belezas que se dão juntas. Não queira uma só. Elas não sabem viver sozinhas. Quem quiser levar a rosa para sua vida, terá que saber que com ela vão inúmeros espinhos





PRESENTINHO PELOS 10000VISITAS AO MEU BLOG,SOMBRA DO SOL AGRADECE A TODOS OS AMIGOS







::AWARD::








Destaque blog do ano de 2007

Sombradosol





::PARTICIPO::

Sombradosol



 




::BLOGS QUE VISITO::


Sombradosol


  • ::Amigosdabloglosfera::
  • ::Afueravivianacanosa::
  • ::Aguas vivas::
  • ::Aliciante::
  • ::Amigona sempre::
  • ::Amizades e flores::
  • ::Assuntos etc::
  • ::Belas coisas da vida::
  • ::Blairponjinha::
  • ::Bloggdaro::
  • ::Blog do Ronald::
  • ::Blog entre amigos::
  • ::
  • Blue rosa::
  • ::Boas-energias::
  • ::Borboleta azul da noite::
  • ::Borboletakaka::
  • ::Bruna-testandotudo::
  • ::Caderninho-da-lucia::
  • ::Cadinhoroco::
  • ::Cantinho aconchegante::
  • ::Cantinho caro::
  • ::Cantinho da bibiu::
  • ::Canto-da-sol::
  • ::Cara-nova::
  • ::Casal de lobos3::
  • ::Casinha da luci::
  • ::Clarins da alvorada::
  • ::Daysbypati::
  • ::Deteshalom2::
  • ::Dvanircatunda::
  • ::Edi_suely::
  • ::Elane-rebelo::
  • ::Enfdocinho::
  • ::Espiritizar::
  • ::Evr.russo::
  • ::Eu eo renascer das cinzas::
  • ::Fadinha.cintilante::
  • ::Fascinius angels::
  • ::Flavia vivendo em coma::
  • ::Fonte amor::
  • ::Gotinhas de luz2::
  • ::Gracielaroth::
  • ::Helpsmimostar::
  • ::Iuminando nossos dias::
  • ::Jardim das flores::
  • ::Kaferoceiro::
  • ::Kekko::
  • ::Konoyaro::
  • ::Lavanderia virtual::
  • ::Leticia lo coelho::
  • ::Lua em poemas
  • ::Luz de luma::
  • ::Mariana::
  • ::Marlames::
  • ::Marymix::
  • ::Musicas do coracao::
  • ::Nadja::
  • ::Ne musicas do coracaoidecs::
  • ::O apanhador desonhos::
  • ::Ocanto da sol::
  • ::Osuivosdaloba::
  • ::Palavras soltas ao luar::
  • ::Paraler e pensar::
  • ::Pegasus cavalo alado::
  • ::Pensamentos e fotos::
  • ::Planeta da luanna::
  • ::Pmauriciosilva::
  • ::Recantodoamor1::
  • ::Reissmc-es::
  • ::Ressacadihomi::
  • ::Ro.kitabayashi::
  • ::Rosacc60::
  • ::Samuelrolo::
  • ::Sex-appeal::
  • ::Solhoffmann::
  • ::Sombrasdesilencio::
  • ::Soninhafashion::
  • ::Srferreira::
  • ::Stylos13::
  • ::Sulamemacedo::
  • ::Tocadojens
  • .

    .





    ::Histórico::


    - 13/03/2016 a 19/03/2016
    - 14/02/2016 a 20/02/2016
    - 23/01/2011 a 29/01/2011
    - 02/01/2011 a 08/01/2011
    - 26/12/2010 a 01/01/2011
    - 19/12/2010 a 25/12/2010
    - 12/12/2010 a 18/12/2010
    - 05/12/2010 a 11/12/2010
    - 27/12/2009 a 02/01/2010
    - 23/08/2009 a 29/08/2009
    - 26/07/2009 a 01/08/2009
    - 19/07/2009 a 25/07/2009
    - 19/04/2009 a 25/04/2009
    - 08/03/2009 a 14/03/2009
    - 16/11/2008 a 22/11/2008
    - 09/11/2008 a 15/11/2008
    - 02/11/2008 a 08/11/2008
    - 27/07/2008 a 02/08/2008
    - 22/06/2008 a 28/06/2008
    - 11/05/2008 a 17/05/2008
    - 20/04/2008 a 26/04/2008
    - 13/04/2008 a 19/04/2008
    - 06/04/2008 a 12/04/2008
    - 30/03/2008 a 05/04/2008
    - 23/03/2008 a 29/03/2008
    - 16/03/2008 a 22/03/2008
    - 09/03/2008 a 15/03/2008
    - 02/03/2008 a 08/03/2008
    - 24/02/2008 a 01/03/2008
    - 17/02/2008 a 23/02/2008
    - 10/02/2008 a 16/02/2008
    - 03/02/2008 a 09/02/2008
    - 27/01/2008 a 02/02/2008
    - 20/01/2008 a 26/01/2008
    - 13/01/2008 a 19/01/2008
    - 06/01/2008 a 12/01/2008
    - 30/12/2007 a 05/01/2008
    - 23/12/2007 a 29/12/2007
    - 16/12/2007 a 22/12/2007
    - 09/12/2007 a 15/12/2007
    - 02/12/2007 a 08/12/2007
    - 25/11/2007 a 01/12/2007
    - 18/11/2007 a 24/11/2007




    Outros sites:

    - UOL - O melhor conteúdo
    - BOL - E-mail grátis


    Votação:

    - Dê uma nota para meu blog


    Indique esse Blog


    eXTReMe Tracker
    online



    Código html:
    Cristiny On Line



    Encontros e Desencontros!

     

    Hoje tentando escrever algo para poder postar, comecei a fazer uma reflexão dos últimos anos vividos. Quantas vezes paramos para refletir o destino que trilhamos em nossas vidas, nossos erros e acertos, naquela hora de decidir será que tomamos a melhor decisão? E com o passar dos anos somos surpreendidos com aquela duvida: se sei que seria assim, teria seguido outro caminho teria tomado outra decisão. Muitas vezes ainda temos tempo para corrigir nossa rota, e quando erramos a rota do coração? Como podemos reparar erros passados? E pensando em tudo isso cheguei a  uma das conclusões mais interessantes da Física, a de que cargas elétricas de mesmo sinal se repelem e cargas elétricas de sinais opostos se atraem. Com o passar do tempo, descobri que essa teoria também pode ser aplicada no quesito relacionamento entre seres humanos, pois não deixa de ser interessante duas pessoas de caráter tão distinto viver numa sintonia tão harmônica. Quem se atrai são as cargas de sinais contrários e não as de mesmo sinal. Imagina o que deve ser estar casado com alguém da mesma profissão. O leque de assuntos poderia acabar limitado a assuntos profissionais, que se discutidos exageradamente fora do ambiente de trabalho, poderiam levar qualquer casal a loucura. E acredito que nosso subconsciente de certa forma acredita nisso, poucas pessoas arriscam um relacionamento assim. Quantos de nós continuamos nossas vidas sozinhos, deixamos passar oportunidade única de viver nosso momento, nosso verdadeiro amor. Muitas vezes somos sinceros e verdadeiros para a pessoa amada, mas o destino reserva trilhas diferentes.  Deus não quis que nossos caminhos trilhassem o mesmo da pessoa amada, mesmo nutrindo muito carinho pela pessoa, ela fica ali guardadinha no lado esquerdo do peito. Quem hoje não tem arrependimento de decisões passadas? Acredito que todos nós já erramos de alguma forma. Deixamos ser levados pela emoção e não, pela razão. Se pudéssemos retornar ao passado, hoje certamente agiríamos de outra forma, tenho certeza que evitaríamos as lágrimas que derramamos e as dores que passamos. As mágoas que  causamos. Quantas vezes não sentimo-nos saudosos e tristes amargando a solidão. Somos tomados por um saudosismo, uma mistura de alegria e dor. O maior de todos os enganos é não saber o quanto queríamos, e o quanto sofremos por não recuperar o amor que tivemos. E assim decai a noite no esplendor das folhas, os espelhos das sombras dos pássaros perdidos na luminosidade límpida dos olhos, uma noite com nome e pronome que arde a todo tempo na memória e no coração. O certo mesmo é que de tudo o que a gente vive sempre aprendemos alguma coisa e sempre sobram coisas boas para serem lembradas. Fiquem em paz na minha paz.

     



    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem






    Ofereço a Todos Vocês!!

     

    Ontem postei sobre medo e amizade, hoje estou oferecendo a todos vocês mais um premio que ganhamos, fico orgulhoso e agradecido, pois tudo que escrevo é dedicado a vocês, que são o sustentáculo de nossa página. Nosso BlOG foi eleito na categoria romântico o de melhor conteúdo, e na categoria participação ficamos com a prata. Agradeço a você Mariângela pela forma que conduziu e a imparcialidade no julgamento. Aproveito para parabenizar a todos os participantes e ganhadores de outras categorias. Em nome de todos sou aquele que saúda vocês leitores de nossas páginas. Paginas essas que por muitas vezes vivemos intensamente muitos momentos alegres, produtivos, positivos e inesquecíveis. Momentos esses que, sabemos permanecerão em nossas vidas, como uma marca muito agradável em nossos corações. Cativamos e fomos cativados, tudo feito com muita responsabilidade com nossas palavras, com nossas atitudes, somos sinceramente gratos. Estamos tendo a  oportunidade de interagir de forma saudável com todos e assim fazer novas amizades. Ah, as amizades… Essas, não preciso nem comentar, pois sem dúvida são repletas de carinho e dedicação. E a todos esses  amigos mesmo virtuais só tenho a dizer muito obrigado. Somos tão diferentes, se não fosse  nosso espelho  refletir isto, ainda haveria vozes dos que nos conhecem, ressaltando as nossas dessemelhanças. E cada um com sua lógica, muitos assombrando nossos olhos com verdadeiras “perolas”; outros como pétalas de rosas, levada suavemente pela brisa do coração. E todos nós tentamos imaginar e definir a respeito disto tudo. Em silêncio tão bem interpretado por aqueles que me conhecem, sabem as palavras que às vezes eu tento ocultar aqui no nosso mundo virtual. Decifram o meu dissimular que fui criando, enquanto tento pintar as minhas cores na blogosfera da vida. Sei que muitos acompanham meus textos, mesmo em ausências de comentários, até quem sequer eu imaginava, sempre fui a minha maior certeza. E nos momentos de solidão é aqui que imagino seus olhares. Em cada tecla, em cada espaço, em cada frase digitada, vou tentando descobrir cada um de vocês. Nunca nos vimos, mas a convivência dos olhares, ainda que nos fizesse falta, em nada detém a vontade que temos em nos conhecer. E assim quero agradecer a todos vocês pelos comentários fraternos deixados, comentários esses sempre recheados de muito amor e carinho. Podem estar certos que recebo cada um como uma rosa, que trazem em cada pétala a fragrância de todos vocês. Muito obrigado, fiquem em paz na minha paz.

     



    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem






    Amizade e Medo!

    Os dois últimos textos me fizeram refletir, não pelo texto em si, mas pelos comentários deixados. Amizade e medo vou tentar fazer um texto com tudo que foi postado e com os comentários, daí o porquê acho importante comentar em um BLOG, as idéias surgem, fluem naturalmente e sem medo. O medo, em princípio, tem a capacidade de evitar que façamos algo mentalmente. Ele cria uma situação de impasse e pára qualquer processo mental. O medo como sensação é uma parada súbita de todos os processos de motivação, ou seja, além de interromper os processos de racionalização, o medo cria uma parada súbita da motivação. Há pessoas que ante situações comuns reagem com euforia, há outras que se entregam totalmente; são processos relacionados com a motivação do indivíduo e em qualquer situação de risco ou de perigo, tanto a euforia quanto a depressão é negativa.  As pessoas que assumem o medo, mas o assumem conscientemente, acabam fazendo as coisas certas. Imaginem caminhando de noite por um caminho e, de repente, o caminho termina, existe um buraco e, sem sabermos, vamos chegando ao precipício e sentimos medo, o que fazer? Parar. O medo paralisa, inibe. Então a primeira coisa que vamos fazer é nos determos antes de cair no precipício. Esse é o medo, nem mais nem menos. Em princípio isso é bom, essa parada súbita é boa porque no fundo o que está acontecendo é um sinal de que há um risco e até não sabermos o que é isso, é melhor ficarmos quietos. Desse ponto de vista, o medo é uma força que tem como objetivo evitar perigos de qualquer natureza e funciona como um sinal que interrompe qualquer ação imprudente. Em termos concretos e objetivos, o medo é isso e não tem nada a ver com as reações acontecidas ante ele, que, no nosso caso, por razões culturais, não são naturais. Essas reações naturais trabalham a favor do instinto de sobrevivência, tanto do corpo quanto da mente. Nós estamos mal acostumados. Nós fomos educados numa cultura que não nos ensina a lidar com o medo, e sim a temê-lo, quando crianças não queríamos comer algo, era normal escutarmos se você não comer, o bicho-papão vai te pegar. Quando a criança entra nesse condicionamento, come qualquer coisa, contanto que o bicho-papão não lhe apareça. Então, o medo é utilizado como elemento de manipulação para subjugar, escravizar e dominar as pessoas. Mas não é porque o medo seja isso, e sim porque pessoas exploram pessoas e tem utilizado o medo como mecanismo para isso. O fato é que nós acabamos tendo “medo do medo” e, então, para não sentirmos medo, pagamos qualquer preço. Esse é o ponto mais complexo em relação ao medo. Dessa forma, o medo não é ruim, ruim é a reação que geramos ante ele. Mas ainda bem que podemos contar com pessoas para podermos superar nossos medos, e assim surge a amizade. O que seria de nós, sem os nossos amigos fiéis escudeiros para todas as horas, lugares e momentos? Eu realmente não seria nada, sem aquele ombro amigo e aquele abraço, que tanto precisamos, quando estamos carentes, nessas horas com certeza, penso nas minhas amizades, o quanto é bom e inexplicável saber que elas existem, as amizades reais, virtuais, as distantes que vemos pouco, mais na certeza de que quando as vir, será exatamente como da ultima vez, é como se palavras não fizessem a menor diferença, pois os olhos e os gestos falam por si próprio. Sempre questionamos o porquê das coisas, coisas lógicas e ao mesmo tempo tão ilógicas. Sempre enxerguei em todos vocês que visitam nossa página verdadeiros amigos, e por serem virtuais são especiais. Deve haver uma razão para que as coisas aconteçam e do modo como acontecem, nós é que não estamos preparados para entender, por isso não compreendemos. Quantas vezes já fomos questionados de nossas amizades virtuais, aquelas que só ouvimos o som dos dedos e as letrinhas aparecem na nossa frente como sendo a voz da ausência, olhos fixos na tela a espera da pessoa amiga, trocamos confidencias rimos e choramos e assim vamos colhendo sorrisos e dor no jardim da amizade. Muitas vezes as lágrimas suavizam a dor de quem não compreende a vida e se revolta por se confrontar com sua pequenez. São as noites que mais custam que mais fazem doer. Em silêncio apenas tentamos adivinhar e imaginar tanto sofrer. Quantas vezes sentimos vontade de estar bem junto à pessoa e poder abraçar, dar a mão, lembra-la o quanto é importante para nós sua amizade. Pudera eu poder dar além de minha amizade todas as madrugadas enfeitadas de luz e cor. Dar o céu, o sol, o mar. Daria tudo para ver as pessoas felizes, tudo que alguém podia desejar. Quantas vezes temos tanta coisa que nem mesmo nós imaginamos ser possuidores, somos portadores de tanta luz e às vezes não conseguimos enxergas as coisas mais singelas, a oportunidade de abraçar, com determinação, os instantes com os quais se constrói a felicidade.  Temos tudo para sermos felizes. Todavia, nos recolhemos em nós mesmo, nos escondendo da vida e deixamos o tempo passar, nos sentimos perdidos, ficamos com medo de construir nosso castelo e de erguer sonhos inocentes e belos. E assim desejo que todos caminhem pela vida confiante, sem medo de errar, mesmo errando, sem medo de se entregar.  Perca seu medo, ande pelas flores, mesmo com arranhões de o melhor de si. Assim veremos as coisas de uma melhor forma, e temos forças para lutar, crer, vencer. Pois não existe medo que resista a uma palavra tão simples e de um significado imensurável de nossa AMIZADE!



    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem






    "Amigo(a) Virtual"

    Como é difícil explicar às outras
    pessoas que você é meu amigo(a) virtual.

    As pessoas desconhecem a forma de carinho gratuito,
    a forma de gostarmos de alguém mesmo sem olharmos nos olhos do outro, sem poder estar frente a frente.

    As pessoas não entendem como um
    carinho pode ser sentido através
    da tela de um computador.

    Elas não podem entender como podemos nos sentir amados e protegidos mesmo que à distância.

    Não entendem como podemos confiar em palavras escritas num mundo hoje que cada um tenta depender somente de si mesmo,
    onde passam o tempo todo da sua vida correndo atrás de bens materiais,
    são alheias à sentimentos,
    desconhecem o sentido da palavra confiança
    porque vivem num mundo de ambição.

    As pessoas hoje tendem a construir
    moradas definitivas aqui nesse mundo,
    como se a vida não fosse passageira.

    Talvez elas não acreditem na simplicidade de uma criança que conhece a bondade ou a maldade em um olhar,
    em um gesto ou apenas em palavras.

    Sinto pena das pessoas grandes
    "elas sempre tem de buscar uma explicação lógica para tudo que vivemos, sempre perguntam muito e acabam complicando tudo"
    era mais fácil quando ainda éramos criança...

    As pessoas não entendem que com os olhos do coração se vê mais longe,
    os sentimentos são invisíveis ao olhos humano.

    Eu vejo com os olhos do meu coração,
    eu sei que posso confiar na sua amizade,
    mesmo que ainda hoje eu não possa ver seus olhos,
    ouvir o som de sua voz,
    sentir seu abraço afetuoso,
    mas o seu calor humano transpassa a tela do meu computador,
    você é especial por isso é meu amigo e
    "eu amo você"!!!

    AD

    postado por: Pepita©




    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem






    Atriz de mim mesma

     

     

    Hoje senti uma vontade imensa de me deixar ficar

    Inerte, largada, sem pensar em nada, sem dor alguma.

    Deixar quieta essa que está perdida, condoída.

    Libertando de mim e deixando ir

    A que briga pelo direito que persiste de existir.

     

     

    Permitir que a ‘outra’ assuma o controle do palco

    Representando o script escrito para a grande platéia

    Essa que não quer saber se o artista sangra

    O show tem de continuar e sem clemência

    Para ela própria esquecer a amarga existência.

     

     

    Mas eu lá estava e permanecia sem reação alguma

    Uma sem reagir, a outra me obrigando a seguir.

    Na minha lucidez sem lógica relutava na decisão

    Não ter reação, já era a ação da não reação.

    Se paro eu, ela me daria a libertação?

     

     

    Mas do que de repente veio lá de ‘cima’ um insight

    Antes eu não tinha esse medo de pensar, de lutar

    Por não ser ainda serva de opiniões pré-fabricadas

    Por que hoje me sinto assim, aprisionada?

    Então...Vida, aqui vou eu, estar viva é uma dádiva!!!

     

     

    O medo tem o seu lado positivo.

    Pode nos fazer repensar e nos fazer mestres.

     



    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem






    Sempre que possível gosto de fazer visitas no nosso mundo da blogosfera, deparo-me com todo tipo de leitura, umas excelentes, outras boas, outras tantas sem conteúdo algum, nessas nem comentários deixo. E como observador que sou, muitos amigos da blogosfera gostam de falar sobre solidão, fiquei bom tempo pensando no assunto, será que somos tão solitários assim, como podemos viver numa sociedade mutante como a nossa e com todo aparato da tecnologia a nossa disposição e sentir-nos solitários? Essas e muitas outras perguntas sobre solidão levou-me a reflexão. Afinal o que é ser solitário, como definir a solidão? Estar só é a condição original de todo ser humano? E nossa família, nossos filhos, nossos amigos?  Segundo entendidos na área, existe a solidão com o sentimento de liberdade ou de abandono que dela decorre, dependendo do modo como interpretamos. A partir daí podemos construir dois estilos de vida diferentes: o autêntico e o espúrio. Somos autênticos quando aceitamos a solidão como liberdade.  Espúrio quando interpretamos a solidão como abandono, como uma espécie de desconsideração de Deus ou da vida em relação a nós, coisa comum de se ouvir no nosso cotidiano. Desse modo não assumimos responsabilidades sobre nossas escolhas. Não aceitamos correr riscos para atingir nossos objetivos, nem sentimos  responsáveis por existirmos, passamos a buscar amparo e segurança nos outros. Com isso abrimos mão de nossa própria existência, tornando-nos estranhos de nós mesmo, estamos sempre a serviço dos outros e diluindo nosso impessoal. Somos como presenciamos em muitas pessoas, coadjuvantes de nossa própria história. E quando somos autênticos, assumimos todas as responsabilidades de nossas escolhas, aceitamos correr os riscos que forem necessários para atingir os nossos objetivos, nosso amparo e segurança, encontramos em nós mesmo. Nosso sonho da adolescência se realiza, pois somos donos da nossa própria vida, donos de nossa própria existência, somos senhores de si. E aquele aperto no coração provocado pela solidão, é o sentimento que muitas pessoas experimentam quando se conscientizam de estarem sós no mundo. É o mal-estar que experimentados quando descobrimos a possibilidade da morte em nossas vidas, não a morte física, mas a morte de cada uma das possibilidades das existências, dos desejos, das vontades, de cada projeto desfeito. Cada vez que ficamos frustrados, que não superamos, não conseguimos realizar nossos próprios objetivos, sentimos esse aperto no coração. É como se estivéssemos morrendo aos poucos. Muitos de nós sentimos dificuldades de ficarmos sozinhos, não conseguimos viver intensamente a nossa própria vida. Muitas vezes  acreditamos que o brilho e o encantamento da vida se encontram nos outros, nos amigos e não em nós. Somos dotados de encantamentos, brilhos, que é peculiar nosso, único em cada um de nós, porque somos especiais. Deus na sua infinita sabedoria nos presenteou com tudo de bom, belo e prazeroso, mas para tanto temos que saber entender que somos especiais para nós mesmo. Quando me sinto assim, procuro respostas nos mais sábios dos livros, a Bíblia. E foi assim lendo um versículo de Provérbios 17:17 que nos diz que “em todo o tempo ama o amigo”. Penso como vivemos nos dias atuais na contramão deste provérbio. Vivemos em um movimento em que há valorização do individualismo e competitividade. Vivemos solitários mesmo quando estamos nos grandes agrupamentos sociais. As poucas “amizades” que nos restam são virtuais. Estas são boas. Como li certa vez em uma página que visitei falava algo parecido, quando quero me relacionar, basta um click, e da mesma forma, quando me canso, outro click e cessa-se o relacionamento. Amizades vão e vêm sem que ao menos se conheça de perto, sem que se sinta o calor humano. Vivemos em um mundo em que é possível comunicar-se com todos em segundos, mas onde é cada vez mais difícil viver relacionamentos de verdade, aqueles do tipo em que a gente sabe o que o outro está sentindo só em olhar a sua expressão corporal. Devemos hoje viver na contramão sim: na contramão deste mundo individualista. Precisamos preservar nossas amizades, nossos relacionamentos. É necessário para sairmos de nossa solidão, que vivamos amizades como a de Provérbios, fazendo de nossos amigos verdadeiros irmãos, não meramente objetos descartáveis que, no tempo de angustia e sofrimento, utilizamos e depois jogamos fora. O apóstolo Paulo, em sua carta à Igreja de Filipenses, que para se ter uma boa amizade é necessário: “ter em vista também a outra pessoa, e não apenas a si mesmo”(Fp 2:4). É isso que Jesus fez por nós: entregou-se na cruz por nos amar, pensando não nEle, mas em muitos que o conheceriam através do seu ato de amor e amizade. Ai está a chave para deixarmos de lado nossa solidão, e convido a todos nós para o grande desafio: o de fazer novos amigos, reatar velhas amizades, abraçar e sentir o abraço gostoso de um amigo, mesmo que virtualmente. E assim, sintam-se abraçados por mim todos vocês. Fiquem em paz na minha paz.



    - Postado por:Sombradosol



    envie esta mensagem